Resenha: "O Apocalipse dos Trabalhadores"

26/03/2017 20:17

 

 

 

  Editora: Alfaragua

  Autor: Valter Hugo Mãe

  Edição: (2012)

  Número de páginas: 200

 

 

 

 

Sobre o autor

Nasceu em 1971, em Angola, tendo vivido a maior parte da vida em Portugal. Publicou diversos romances e crónicas, traduzidos já para diversos idiomas.

 

A obra

Olá a todos!! :)

 

Outro livro fora da zona de conforto… Ultimamente, têm sido vários, mas vou ter de parar, voltando aos meus géneros mais queridos.

 

Bem, infelizmente, este livro não conseguiu agradar-me. Trata-se da história de Quitéria e Maria da Graça, duas mulheres residentes em Bragança, que marcam a mentalidade do “desenrasca” e das erradas conceções da vida e do amor…

 

Quitéria procura jovens para relações físicas, até conhecer Andryi, um imigrante ucraniano que vem trabalhar para Portugal, e do qual começa a gostar. Já Maria da Graça, é forçada pelo patrão de setenta e seis anos, enquanto envenena o marido com lixívia na sopa, matando-o aos poucos.

 

 

E este é o ponto de partida da história, que, afinal de contas, não avança muito, puxando quase apenas memórias e pensamentos, mudanças de ideias e afins…

 

Acho que o autor foi buscar uma versão muito feia, lúgubre, asquerosa dos portugueses, como uma minoria nojenta a representar o todo inverso. Para isso, usou várias cenas de sexo, quando não executado, também comentado pelas amigas, uma à outra.

 

Não obstante as personagens bem construídas (mas não cativantes), o estilo do autor também não me cativou. Aviso que não são utilizadas maiúsculas ou qualquer pontuação para além de vírgulas e pontos finais, tendo diálogos enormes a desenrolarem-se no mesmo parágrafo.. Mas não foi isso que me incomodou, foi mesmo a articulação das palavras, o seu peso, enfim…!

 

 

Assim sendo, o livro não me emocionou ou fez torcer pelos personagens, ainda que tenha proporcionado uma ou outra risada, que era depois desfeita por alguma atitude nauseante.

 

A diagramação não está má, ao contrário da capa, que nunca me levaria a comprar o livro… (foi requisitado para uma atividade escolar)

 

Apesar de tudo isto, devo reconhecer que deixa alguma reflexão e que o exemplo de Maria da Graça especialmente conseguiu mostrar como a felicidade consegue ser compreendida com a brutalidade de uma violação. Assim como as soluções para as vidas tristes que ambas levam… Ainda que pudessem mudá-las, na minha opinião!! (Talvez seja por isso que este livro tanto me irritou!)

 

Boas leituras!! ;)

Tópico: Resenha: "O Apocalipse dos Trabalhadores"

Valter Hugo Mãe

Data: 06/05/2017 | De: Luana

Olá!
É sempre bom sair um pouco da nossa zona de conforto e dar uma chance para coisas novas, infelizmente nem sempre dá certo, espero que esse livro não faça você desistir de descobrir novas leituras. Não tenho vontade de ler esse livro em particular, mas tenho vontade de conhecer a escrita do Valter Hugo Mãe, quem sabe no futuro? Ótima resenha!
Beijos,

Luana

Na minha opinião...

Data: 01/05/2017 | De: Alice Teixeira

Oi Diogo,
adorei a sua sinceridade com a obra. Relatou pontos que podem ajudar os leitores na escolha do livro, mas posso dizer que esse livro não iria agradar muitos leitores jovens.

A capa é intrigante, a sinopse é muito boa. Mas a história pra mim é vazia, sem muita emoção. Tenho certeza que nunca leria esse livro, mas provavelmente poderia dar de presente pra algum amigo que goste de livros do gênero.

Beijoss

Olá!

Data: 25/04/2017 | De: Priscila Alexandre

Não conheço muito do autor, apenas recentemente tenho ouvido falar um pouco do mesmo. Não sou familiar a sua escrita, mas tem feito algum sucesso aqui no Brasil. Acredito também não é algo que me atraia ler por conta do conteudo que você escreveu, não é muito meu estilo de leitura atual.

Talvez seja um pouco por isso também que não tenha lhe agradado, para além do modo como retratou os pontos citados. Não sei, como disse, para esse momento, não é uma leitura que me prenderia.

Abraços!
www.asmeninasqueleemlivros.com

Resenha

Data: 15/04/2017 | De: Amanda Colares

Oie!!
Já para começar, me incomodou sua observação sobre não serem usadas letras maiúsculas ou pontuação adequadas. WTF?
Acho que tenho TOC quanto a esse tipo de coisas, gosto de tudo bem escrito e formatado rs De preferência bem justificado na página kkkk
A capa não me atraiu, nem o enredo, e pelo que você contou da escrita do autor, acho que eu também não iria gostar.
Fico feliz que você esteja voltando para seus gêneros favoritos!! rs
Um beijo!!

www.asmeninasqueleemlivros.com

Não sei se leria

Data: 11/04/2017 | De: Nayara Borges

Olá!
É sempre bom sair da zona de conforto, mas sempre estaremos correndo o risco da leitura não nos agradar, como nos gêneros que nos atrai. Esse livro, não me chama atenção nem um pouco, justamente por está totalmente fora da minha zona de conforto. Eu me arrisco, mas esse livro não me faz querer tentar.
Beijos,
Nay
Traveling Between Pages

OIIIIE

Data: 10/04/2017 | De: Catharina

Ai que pena que o livro não te emocionou, talvez comigo fosse assim também por não estar acostumada com essa narrativa, ai fica mais dificill mesmo se conectar a histórias e aos personagens mas bela resenha e parabéns pela sinceridade

beijos
http://realityofbooks.blogspot.com.br/

resenha

Data: 10/04/2017 | De: tamara padilha

Oie. confesso que nunca ouvi falar nessa obra e ela não me chamou atenção, principalmente pela falta de pontuações adequadas e falta de maiúscula.

:)

Data: 02/04/2017 | De: Carolina Ramires

Olá!
Adorei a sinceridade da sua resenha, conheço o autor mas a escrita dele também não consegue me agradar e nunca consegui terminar nenhum livro, justamente por causa desses parágrafos gigantes e intermináveis.
Beijos.

Comentário

Data: 02/04/2017 | De: Leandro Brito

Olá. tudo bem?
Olha, eu ainda não conheci nem a obra nem o autor. Pelo jeito você não ficou muito empolgado com o livro, não é mesmo? Apesar disso, fiquei interessado de conhecer o livro, gosto dessa literaturas um pouco destoante do comum. Talvez venha a pegar ele para ler em breve. E não poderia deixar de concordar com você, se fosse depender da capa para comprar o livro, passaria longe. kkkkkk
Abraço!


meuniversolb.wixsite.com/meuniverso

Olá

Data: 02/04/2017 | De: Tamires Marins

Ler livros fora da nossa zona de conforto é um tiro no escuro... pode dar muito certo, mas também pode dar muito errado. Que pena que suas tentativas não tenham sido satisfatórias.

Em relação ao livro, eu acho que não leria. O enredo não chamou minha atenção. Uma pena também os personagens não terem te cativado... ler algo sem sentir nenhuma empatia por nenhum dos personagens é meio chato mesmo.

Boa sorte nas próximas leituras! :)

1 | 2 >>

Novo comentário