Resenha: "A Corporação Invisível"

Resenha: "A Corporação Invisível"

28/03/2016 19:55

 

 

  Editora: Esfera dos Livros

  Autor: Luís Sítima e Hugo V Costa

  Edição: 1

  Número de páginas: 324

 

 

 

 

Sobre os autores

Ambos nasceram em Lisboam, em 1974.

Luís Sítima é worldwide partner da consultora de gestão Hay Group, diretor do Hay Group em Portugal e professor convidado na Porto Business School, onde coordena o Programa Avançado de Liderança. Destacou-se na Universidade Católica, tendo também escrito vários livros. 

Já Hugo V Costa se licenciou em Comunicação Social no ISCSP, tendo começado no jornalismo pelas redações do Diário Económico e do Jornal de Notícias. Exerceu funbções de músico e letrista junto de grandes grupos de música portuguesa.

 

A obra

Olá a todos!! :)

 

Depois da Páscoa, trago-vos a resenha de “A Corporação Invisível”, aconselhado pela própria editora… Um facto que destaco de positivo é que, mal eu confirmei o interesse no livro, a editora enviou-o e este chegou logo no dia seguinte!!! :)

 

Quanto à leitura…

 

Eu gostei bastante deste livro! Tudo começa com o desaparecimento do CEO de uma grande empresa sediada na City de Londres… O protagonista, detetive, é contratado por um grande amigo de Charlie, e seu companheiro de negócios, para descobrir as pistas que o desaparecido deixou… Ou deixaram para ele!

 

Para conseguir descobrir quem o pode ter feito desaparecer, o nosso protagonista tem de se infiltrar, participando num grupo de estagiários que pretendiam entrar na empresa! Assim, vai descobrindo certas relações desse Charlie com os membros da empresa, entre outros. E tem de participar em jogos de “poder” e trocas de favores…

 

“É nisto que Evwa e eu diferimos. Ewa não olha a meios para atingir os seus fins. Eu não olho aos fins. Concentro-me na viagem. Afinal, se levamos algo da vida é o caminho. O dstino é igual para todos.”

 

Mas e se for algo maior? Uma organização diferente?? O certo é que são inúmeras as pistas que o levam a considerar a existência de um grupo de pessoas que, num género de jogo online, usavam nicknames de líderes.. e buscavam pistas…

 

Algo mais acontece. Um homicídio, outro desaparecimento. Mas para quê tudo aquilo? Pois, não vou revelar… :) Leiam para descobrir! Hehe

 

 

E, claro, também temos a parte do romance… O envolvimento com Beatrice que o cativou (e acabou por ter um relacionamento cm o caso..), a amizade com o Arquiteto,…

 

Encontram-se ainda vários momentos de reflexão, que dão “pausas” à ação! Ainda que, por vezes, excessivas…

 

“É normal no pub as pessoas cumprimentarem-nos sem razão aparente. Há muitas almas em trânsito que nas gasolineiras da vida metem conversa, para depois seguirem viagem. Nesse aspeto, o Masons sempre foi uma gasolineira perdida no meio de uma extensa auto-estrada.”

 

Bem, eu gostei bastante do livro… As relações das personagens com o protagonista até estavam bem trabalhadas, bem como as suas personalidades! Gostei de ir descobrindo as pistas, o que me fez ler o livro com uma rapidez..! :)

 

Outro ponto. É, sem dúvida nenhuma, um romance inteligente! A quantidade e qualidade de pistas (difíceis de desvendar) era perfeita!! Por outro lado, esta “inteligência” tem as suas desvantagens.. Muito ligadas a grupos secretos da História, interpretações bíblicas, etc., merece muito “texto” a explicar os temas, a descrever,… Existem partes absolutamente cansativas, que não conseguem cativar a leitura e eu dei por mim a “ler” sem estar realmente a ler!

 

Uma “crítica” que sou obrigado a fazer é a seguinte: existem, em bastantes partes, saltos lógicos abismais, que deixam o leitor muito confuso, ele não consegue perceber como se passou de um raciocínio para outro completamente diferente (que até podem ter uma relação, mas com diversos pontos pelo meio).

 

A escrita não é nada má! Embora também não seja brilhante, encontra-se repleta de ironia e trocadilhos que apreciei.

 

Resumindo, um bom livro! Com os seus defeitos e qualidades… A partir do meio, não consegui deixar o livro, sempre na “sede” de saber o que aconteceria a seguir… Tudo para chegar a uma reviravolta no final, reviravolta esta que me deixou a cabeça (e o estômago) a andar à roda, pondo em causa tudo no livro desde a primeira linha!!

 

Este livro permitiu-me completar a segunda categoria do Desafio Inverso, por ser um livro sobre crime…

 

 

A Maratona está a correr bem, já vou para a última categoria, com “Maze Runner: provas de Fogo”… Devo trazer-vos a resenha na quarta feira! :)

 

 

Boas leituras!! ;)

 

Oferta de: