Resenha: "Crepúsculo"

Resenha: "Crepúsculo"

27/01/2016 19:30

 

 

  Editora: Gailivro

  Autor: Stephenie Meyer

  Edição: 17

  Número de páginas: 477

 

 

 

 

Sobre a autora

Stephenie Meyer nasceu em 1973, em Hartford (EUA). Doutorou-se em Literatura inglesa e vive no Arizona com o marido e os três filhos. A sua vida mudou drasticamente em 2003, quando um enredo se fixou na sua cabeça, sem que pudesse fazer nada senão escrever! Após a publicação desta obra, o seu primeiro livro, foi eleita “uma das mais promissoras novas escritoras de 2005”.

 

A obra

Esta foi a obra que escolhi para concretizar o “Desafio Inverso” no qual o blog participa… Não sabia bem o que esperar deste livro, mas, realmente, gostei!

 

Bem, vocês devem estar a pensar: “O ‘atrasadinho’ das sagas desta vez exagerou!”. Talvez tenham razão, tendo em conta que o último filme da saga passou em Portugal em 2011. Mas, na verdade, só agora a coleção despertou alguma curiosidade em mim!

 

Penso que todos conhecem a história de Isabella Swan, uma rapariga que deixa a mãe, com a qual vivia em Phoenix, para passar algum tempo com o pai. Assim, começa a adaptar-se à sua nova morada, Forks, uma pequena vila com um clima chuvoso que a irrita profundamente…

 

Passado pouco tempo, acabou por se integrar no ambiente familiar e escolar. Conseguiu grandes amizades e até mesmo alguns pretendentes (ainda que indesejados). Apenas um rapaz a deixava desconcertada, Edward Cullen, que lançava a confusão dentro da cabeça de Bella, pelas suas atitudes contraditórias. Com o tempo, Bella foi-se apaixonando… e ele também!

 

Num passeio com os seus amigos a Forks, uma localidade próxima, Jacob, um jovem que lá vivia e amigo de família, contou-lhe uma “lenda” sobre frios (vampiros) no meio de uma conversa: 

 

“Os frios são, por tradição, nossos inimigos, mas o bando que chegou ao nosso território no tempo do meu bisavô era diferente. Não caçavam como outros da sua espécie o faziam – não deviam constituir uma ameaça à tribo. Assim, o meu bisavô decretou uma trégua com eles. Se prometessem manter-se afastados das nossas terras, ele não os denunciaria (…)”

 

Eis a pergunta de Bella “Então, como é que isso encaixa nos Cullen? Eles são como os frios que o teu avô conheceu?” e a resposta inesperada de Jacob “Não – deteve-se teatralmente. – São os mesmos.”

 

Claro que o melhor seria esquecer esta conversa. Nem Jacob acreditava naquela lenda! Mas alguns pormenores chamaram a atenção de Bella… os olhos de Edward que mudavam de cor, as suas mudanças de temperamento, a sua ausência à aula de Biologia na qual classificariam sangue…

 

Depois de uma pesquisa, decidiu confrontá-lo… E o que mais me surpreendeu foi realmente a sua reação (bastante tranquila) perante a confirmação das suas suspeitas! E, mesmo assim, Bella manteve-se corajosa, interessada na vida de Edward, nas particularidades do quotidiano de um vampiro. A paixão intensificou-se e Edward viu-se num impasse: afastar-se de Bella ou permanecer junto dela, pondo em risco a sua vida!

 

Todo o livro foi mais “melado” e “doce” do que aquilo que eu esperava, mas, mesmo assim, gostei muito! Afinal, a maior parte da obra resumiu-se a alguns encontros, nos quais começaram a conhecer-se um pouco melhor, a tornarem-se cúmplices.

 

No final, o suspense e a pressão acentuaram-se, sendo que me senti mais à-vontade. Um grupo de vampiros convencionais interessou-se pelo sangue de Bella, sendo que começou uma fuga por parte da família de Edward pela vida da humana, que já fazia parte da família.

 

Um pormenor que realmente apreciei foi o de não ser necessário o momento de suspense ou de cortar a respiração no final dos capítulos para que a vontade de ler mais se materializasse. O gostinho doce e quente bastava…

 

Talvez tenha sido este o fator que moveu milhões de fãs e leitores ao redor do mundo… sim, porque o livro é, por assim dizer, bastante “simples”… Mas o romance e a forma como ele vai aparecendo e seduzindo o leitor, marca a diferença! :)

 

O último momento foi muito inteligente, lançando a dúvida ao leitor, que precisa de uma confirmação quanto á veracidade do ato! Ou seja, não sei se aguento esperar muito para começar o próximo volume de “Twilight: Luz e Escuridão”!!

 

Resumindo, é um livro que recomendo, a todos aqueles que apreciam romance e não só!

 

Espero que tenham gostado!

 

Boas leituras!! ;)