Resenha: "Os Relógios Magicos"

Resenha: "Os Relógios Mágicos"

15/04/2016 21:09

 

  Editora: Chiado Editora

  Autor: Francisco José Santos

  Edição: 1

  Número de páginas: 228

 

 

 

 

 

Sobre o autor:

Natural de Souto, Santa Maria da Feira, é licenciado em Geografia. Exerce a profissão de controlador de tráfego aéreo e ocupa os tempos livres com a paixão pela literatura. Uma vez mais, o autor procurou inspiração caminhando pelos trilhos do seu mundo imaginário e distante. Este é o seu segundo livro publicado depois de "As Pedras do Sol".

 

A obra:

Olá a todos!! :)

 

Esta leitura, como sabem, é ainda da Maratona! Foi boa surpresa.. Estava à espera de algo reflexivo ou mais “seco”, mas saiu uma história imaginativa de viagens interplanetárias..

 

Bem, Vasco e a prima Mafalda visitaram um convento, mas o relógio que o seu avô deuixou a Vasco levou-os a outro planeta, Gliese. Neste, existem humanos que chegaram muitos anos antes, vivendo num período de transição entre a Idade Média e a Moderna. Existem um reino “absolutista” e outro “democrático”, tal como o liberalismo e absolutismo na Terra.

 

Ao mesmo tempo, Filipa e Henrique, madrasta e pai de Vasco, encontra-se num hotel nos Alpes, movidos por uma pesquisa que Henrique realizava. Mas uma bela mulher leva-os até ao mesmo planeta.

 

Claro que também existem “os maus”, neste caso, “as más”. Estas vão tentar roubar o relógio de Vasco, através dos dois adultos que raptaram dos Alpes…

 

Paralelamente a tudo isto, existe um plano do reino democrata, cujo objetivo é raptar a futura rainha do outro reino (mas de sua livre vontade..!).

 

 

Relativamente à opinião… Gostei muito! :) Achei superinteligente e até me prendeu! :) Li-o rapidamente…

 

A escrita não á nada má, embora não classifique como nada demais… E também senti que em alguns momentos, o escritor tinha uma necessidade incontrolável de “vomitar” conhecimento!!  Até ao dizer que um determinado objeto tinha a forma de um quadrilátero, deixou entre parenteses algo como “polígono de quatro lados cuja soma dos ângulos internos é igual a 360º”.

 

Existiam ainda descrições exageradamente pormenorizadas, tornando a leituras, em certos momentos, um pouco cansativa..

 

Mas não são só aspetos negativos! Até porque eu disse que gostei do livro.. ;)

 

Considerei a ideia interessante! E o seu desenvolvimento, se bem que poderia estar melhor aproveitada (cerca de 100 páginas formaram um dia na ação), e havia mais por onde ir..

 

Contudo, foi um livro que me prendeu e do qual não me vou esquecer tão cedo! :) Desta vez, não encontrei muitos erros, como de costume.

 

As folhas são amareladas e bem escuras, o que também favorece a leitura! E a diagramação é boa, a padrão da editora.

 

Para além disso, as narrações foram separadas, tendo-se unido no final! Eu adoro quando isto acontece, como vocês já sabem!!

 

Por isto e por muito mais, aconselho este livro a todos os que gostam do género e apreciaram a “sinopse”… Penso que não ficarão desiludidos!

 

 

Quanto à próxima leitura… Bem, como sabem eu estava a ler o livro “Extinção”, bem grande (650 páginas). Mas, quando procurava um pormenor na ficha técnica do livro “Trono de Vidro”, lembrei-me (não sei bem porquê) de ler as primeira linhas.. Só não esperava que não conseguisse parar de ler!! :) É verdade!! É então esta a minha leitura atual, muito instigante!! :)

 

 

Boas leituras!! ;)

 

Oferta de: