Resenha: "O Cobrador"

11/09/2018 20:26

 

 

 

  Editora: Topseller (2020)

  Autor: Seth C Adams

  Edição: 1

  Número de páginas: 304

 

 

 

Sobre o autor

Tendo crescido sob influência de banda-desenhada da MARVEL e de ficção de horror, Seth C Adams soube desde cedo que a sua vocação era contar histórias. Na escrita dos seus livros, tem sempre em mente a crença de que a vida é frequentemente mais estranhe (e mais assustadora) do que a ficção...

 

A obra

Olá a todos!! :)

 

Depois de encarar com a capa e a misteriosa sinopse do livro, embrenhei-me na leitura do mesmo, já com as expectativas razoavelmente elevadas. E não posso dizer que me desiludi!

 

“O Cobrador” conta-nos a história de um rapaz que, há umas quantas décadas atrás, mudou de casa para uma pequena localidade no Arizona. E, com o passar do tempo, vamos acompanhando os amigos que ele vai fazendo até que se forma o Clube dos Intrusos.

 

Mas algo repentino e terrivelmente maligno acaba por afetar estas firmes amizades: o Cobrador. Sempre descrito como uma assustadora criatura da noite, o Cobrador vai persegui-los, ignorando bens e vidas para lhes cobrar o que devem.

Esta é a noite.

Esta é a hora.

 

 

Devo dizer que, nas primeiras cem páginas, comecei a pensar que o livro não me ia trazer o mistério e o suspense prometidos, visto que apenas assistíamos ao protagonista a estabelecer amizades, mesmo que já com alguns problemas a começarem a despontar.

 

Só com a segunda parte é que fiquei verdadeiramente preso à leitura, após o aparecimento do Cobrador e de todos os perigos que dele advêm. A história em si não tem elementos propriamente inovadores; no entanto, a visão semi-obscura e imaginativa da criança-protagonista permite uma construção criativa de todo o mundo.

 

Esta visão, capaz de transformar personagens maus em verdadeiros fantasmas e criaturas malignas a roçarem o sobrenatural, alia-se fortemente às descrições sombrias, construindo um ambiente único e nevoento, especialmente através das comparações e metáforas criativas.

 

 

No entanto, ainda que estas descrições sejam um dos pilares da obscuridade do livro, não raras vezes tornam-se excessivas. E o abuso da descrição acaba por ter os seus efeitos no ritmo da ação.

A escrita do autor é bastante precisa no que toca a vocabulário, e sem perder totalmente a noção de ritmo narrativo.

 

Faltam apenas as personagens, que nos ficam gravadas na memória pelas suas características especiais, bem desenvolvidas especialmente ao longo da primeira parte. Apenas no último capítulo me zango com todas, devido ao final quase deprimente que o autor nos apresenta (e que, não obstante, acaba por se ligar inteligentemente à história).

 

Resta-me aconselhar a leitura de “O Cobrador” a todos os que procuram uma história relativamente plana com um tom sombrio e personagens jovens (mas cujo narrador é o protagonista já adulto, que relata as suas memórias sem conseguir abster-se de um outro comentário que nos deixam curiosos com o que virá a seguir...).

 

Boas leituras!! ;)

Tópico: Resenha: "O Cobrador"

O cobrador

Data: 22/09/2018 | De: Thayenne

Olá,

Se um livro de ação tiver uma narrativa mais maçante isso acaba interferindo nas cenas de ação mesmo, infelizmente isso é um ponto negativo do livro. Nunca tinha ouvido falar nessa obra, no entanto tem uma premissa que atiça minha curiosidade.

Beijos,
oculoselivrosblog.blogspot.com.br/

comentário

Data: 22/09/2018 | De: Taisa

Não entendi muito bem qual sua posição quanto à escrita do autor, houve quebra na narrativa devido as descrições excessivas ou o vocabulário dele realmente não perdeu o ritmo da história? Em alguns momentos faltaram clareza quanto a sua opinião, porém ainda sim fiquei interessada e curiosa para ler.

Comentário

Data: 22/09/2018 | De: Beatriz Andrade

Olá, eu gosto bastante do gênero eu estava curiosa com a sua resenha sobre esse livro. Bom, me parece ser uma leitura interessante até certo ponto, mas que no geral não é de todo tão agradável quando eu imaginava que seria.

Resenha

Data: 18/09/2018 | De: Ana Claudia Machado

Olá,

Nossa, sou apaixonada por livros de suspense e fiquei super interessada nesse depois da sua resenha. Mas o único ruim desse género é que a maioria dos livros só pegam a gente do meio pro final mesmo.

Beijos e parabéns pela sua resenha
Blog Âncora Literária

comentario

Data: 17/09/2018 | De: marijleite

Olá, gostei muito de conhecer esse livro pelo seu post e já fiquei bem curiosa para descobrir mais sobre esse cobrador, ainda que a primeira parte do livro não tenha sido tão cativante para você.

.

Data: 15/09/2018 | De: Bruna Costabeber

Olá, tudo bem?
Eu não conhecia esse livro e, sinceramente, não fiquei interessada em fazer a leitura, pois não simpatizo com obras lineares que não apresentam nenhuma surpresa ou prendem o leitor com seu crescimento. Também não gostei da impressão que tive que o livro só te prendeu realmente na segunda metade.
Vou passar a dica.
Beijos

comentário

Data: 14/09/2018 | De: Fábrica dos Convites

Que bom que o livro acabou te prendendo depois do início nem tão interessante. Não conhecia este ainda.
Bjs, Rose

Livro

Data: 13/09/2018 | De: Dayhara

Olá, tudo bem? Esse não é o tipo de leitura que eu faria, mas preciso confessar que a capa me chamou a atenção, uma pena que a obra tenha descrições em excesso, isso certamente atrapalha no ritmo, no entanto, achei a premissa bem diferente do que estou habituada a ler, por isso, a dica foi bastante válida e vou considerá-la.

Sobre o cobrador

Data: 13/09/2018 | De: Vanessa

Olá!
Gosto bastante de suspense, ao estilo Harlan Coben, por exemplo.
Pela sua resenha, achei muito parecido com a visão que eu tenho de "It, a coisa.". Um ser misterioso, atormentando um grupo de crianças... Só não entendi muito bem de que tipo de criatura de trata, e isso me deixou curiosa. Se é um homem, se é um bicho.
Não é uma leitura que eu pegaria para o momento, mas não descarto totalmente ler em alguma hora.
Parabéns pela resenha!

Comentário Sobre a Resenha

Data: 13/09/2018 | De: Ana Luiza

Olá, tudo bem?
Confesso que esse não é o meu tipo de livro, não leio terror/horror e sou beeem seletiva quanto aos suspenses devido ao medo haha. Mas que bom que foi uma leitura pra você! Realmente livros que não nos prendem logo de cara são aquele banho de agua fria né? Mas que bom que esse melhora!

1 | 2 >>

Novo comentário